Destaque!

O Rio abraça a Bahia

O artista baiano J. Black vocalista da banda "O Pretinho", brilhou nos palcos cariocas.  Ovacionado pelo público, chamou a atenção...

CARLOS MALTA QUARTETO EM SALVADOR



Foto: Rene Huemer.

Multinstrumentista, compositor, orquestrador, educador e produtor se apresenta gratuitamente no dia 29 de outubro no Festival Salvador Instrumental


Um dos nomes mais importantes da músicainstrumental brasileira estará na Bahia. Músico dos sopros, Carlos Malta participa do primeiro dia do Festival Salvador Instrumental, que acontece na Área Verde do Wet´N Wild, a partir das 15 horas, com ingressos gratuitos. Tocando saxofone e flautaMalta se une a Augusto Mattoso no baixo, Dlif Corman no piano e Renato Massa na Bateria para forma o Carlos Malta Quarteto

Batizada de “Saravá com Pimenta”, a apresentação na capital baiana é uma mistura do repertório do CD “Pimenta”, que fez em homenagem a Elis Regina e os afros sambas inspirados na obra de Barden Powell e Vinícius de Moraes.O artista se apresentará no dia 29, na mesma data de Letieres Leite Quinteto, Sexteto 1 de Cada e Júnior Maceió.

Conhecido como O Escultor do Vento, Malta é multinstrumentista, compositor, orquestrador, educador e produtor, dono de um estilo totalmente original e criativo. Na sua trajetória musical, Carlos Malta lançou vários CDs, entre eles Rainbow, em duo com o violoncelista suíço Daniel Pezzotti, indicado ao Prêmio Sharp, “O Escultor do vento”, onde mostra algumas de suas composições, over-dubbing seus saxofones e flautas e criando uma verdadeira orquestra de sopros.

O CD Carlos Malta e Pife Muderno foi indicado ao Grammy Latino. Nele Malta pôde elaborar e desenvolver um nova leitura para o repertório das bandas de pífaro. Também teve espaço para homenagens, como “Pimenta”, homenagem a “Pimentinha” Elis Regina, recriando clássicos eternizados pela voz da cantora, que vai para sua 3ª edição; “Pixinguinha Alma e Corpo”, onde preparou 10 arranjos para sopro e quarteto de cordas sobre a obra do mestre Pixinguinha.

Sua carreira tem sido plural, com participações especiais nos shows de Bob Mc Ferryn ,Dave Matthews Band , Roberto Carlos & Caetano Veloso no tributo a Tom Jobim.

Liderando seus diferentes grupos, apresentou-se na China, França, Suíça, Inglaterra, Portugal, Estados Unidos, Alemanha, Holanda, Dinamarca, Suécia, África do Sul, Marrocos, Japão, Venezuela, República Dominicana e em Cuba. Agora chegou a vez de Salvador ver sua apresentação que será aberta ao público.

O Festival: Durante os dois dias, oito atrações se apresentam, sendo que por dia uma atração nacional dividirá o palco com as outras três locais. O evento tem como objetivo, fomentar, difundir e valorizar a música instrumental e sua diversidade na Bahia, através da realização de shows gratuitos de grupos e artistas locais e nacionais em um dos espaços mais tradicionais da cidade de Salvador. 

No sábado, 29, subirão ao palco nomes como o maestro Letieres Leite com seu quinteto, o grupo Sexteto 1 de Cada e o saxofonista Júnior Maceió, além de uma atração nacional. Já no domingo, 30, apresentam-se o percussionista Gabi Guedes com seu grupo Pradarrum, o baterista Tito Oliveira com o show Magiô, e os SKAnibais, além de outra atração nacional.

Serviço​
Festival Salvador Instrumental
​Quando​: 29 e 30 de outubro​(Sábado e Domingo)​
Horário: a partir das 1​5​ horasOnde: Área Verde do Wet´N Wild
End.: Av. Luiz Viana Filho, 8951 ​- Paralela​Ingressos: ​E​vento  ​Gratuito 
​Aberto ao Público